História

logo-terra-novaTERRA NOVA: COMO TUDO COMEÇOU

Embora o bairro da Terra Nova seja um dos bairros mais ao sul do município, ou seja, mais próximo a capital paulista, foi um dos que se formou mais tardiamente, ainda no período de grande produção cafeeira do município.

O bairro da Terra Nova nasceu depois do Bairro da Santa Clara, localizado nos pés da Serra do Japi. A Santa Clara foi marcada, durante muito tempo, pelas fazendas produtoras de café.

Com a expansão da produção, novas terras eram necessárias para se ampliar a área de cultivo. Decidiram então ampliar a produção com a criação de novas lavouras numa região que passaram a chamar de TERRAS NOVAS, porque ainda não haviam sido cultivadas. Assim surgiram as novas lavouras de café e junto com elas os primeiros moradores nessa região, carinhosamente apelidada de Terra Nova.

Com o passar do tempo, chegaram as uvas, pêssegos, hortaliças e outras variedades. A região, inclusive, foi bastante conhecida pela produção de morango.

Hoje, o bairro da Terra Nova já não possui mais tantas variedades de cultivo, mas a natureza continua exuberante. O bairro está às margens da Área de Proteção da Serra do Japi, o que garante sua preservação e a presença de paisagens pitorescas e muito verde.

Na região podem ser realizados passeios em trilhas, tanto a pé, como a cavalo, além dos passeios de bicicleta realizados por muitos esportistas, aproveitando o relevo levemente ondulado que marca a Terra Nova.

As delícias gastronômicas complementam a visita. Geleias, doces, conservas, frios, café da manhã rural, almoço típico de fazenda são algumas das opções existentes.

Viveiro de orquídeas, haras, fazendas, pesqueiro são outras opções de passeios que vão agradar o paladar, os olhos e a alma do turista.

A Igreja Bom Jesus da Pedra Fria é também um atrativo à parte. Com m13613683_531560583710804_1086683526796332856_oais de 50 anos, a Igreja, que faz parte da Paróquia Santa Rosa de Lima, tem uma curiosidade: além de ser muito simpática, possui uma imagem do Bom Jesus sentado. Também conhecida como “Bom Jesus da Paciência”, a imagem retrata uma das passagens da Paixão de Cristo, coroado com espinhos e coberto com o manto vermelho, como tantas vezes retratado nas cenas da Paixão. Alguns dizem que este foi o momento em que Jesus foi julgado, por isso está sentado. A Igreja compõe uma das paradas da Rota dos Romeiros que vão à Pirapora do Bom Jesus.

A Rota da Terra Nova é uma experiência para os olhos, para o paladar, para os sentidos. Venham viver novas experiências e momentos de muitas alegrias na ROTA DA TERRA NOVA!



Prefeitura de Jundiaí

Rota da Terra Nova | Desenvolvido por CIJUN